Textos


Busquei-te por entre ruas e mares,
Em meio a esta cidade infinita,
Confundi-me com olhos e olhares
De uma multidão gélida e maldita.
 
Pensei te ver em corpos e lugares,
Mas a minha esperança era finita
E logo que tu sumias em ares,
Eu retornava a esta fraude bendita.
 
Clamei teu nome sem que alguém me ouvisse
E em tua sombra findei perdido
Suplicando a ti que não me ferisse.
 
Para que Deus nosso amor permitisse,
Para Ele atender o meu pedido,
Só bastaria que você existisse.
Alexandre Coslei
Enviado por Alexandre Coslei em 30/04/2009
Alterado em 26/04/2018


Comentários